Tnuá participa de ato por jovens israelenses sequestrados

chaz

No domingo, 22 de junho, mais de 200 pessoas se reuniram na praia de Ipanema pedindo para trazer os três jovens para casa.

A tnuá Chazit Hanoar esteve presente no ato de protesto, junto com outras instituições cariocas. A shlichá da Chazit Cecília Cohen, ressaltou a importância da iniciativa. “Foi um ato muito significativo da comunidade do Rio”, disse. “Acho que nesses momentos difíceis os judeus tendem a se manter unidos.”

Na véspera, o sábado, dia 21, a Chazit também participou de um ato público antes do jogo Argentina x Irã, em lembrança ao atentado na AMIA (Associação Mutual Israelita), em 1994. Foram exibidas fotos das 85 pessoas assassinadas no atentado, além de um minuto de silêncio e a leitura dos nomes das vitimas.