Participamos do encontro da WUPJ-AL em Porto Alegre

2

Com cerca de 90 participantes de diversos países e de muitas localidades do Brasil, o encontro da WUPJ-América Latina, realizado em Porto Alegre, na SIBRA, entre os dias 17 e 19 de agosto de 2014, foi extremamente positivo e com importante presença e participação da ARI.

A ARI foi foco de muita atenção também por ser a anfitriã do próximo Congresso Mundial da WUPJ – Connections, que ocorrerá de 13 a 16 de maio de 2015 no Rio de Janeiro.

A ARI foi a Porto Alegre com 13 participantes, com representantes participando em todos os foruns, uma vez que tivemos no mesmo evento 4 encontros simultâneos: juventude, liderança comunitária, kalah rabínica e chazanim.

O foco estava direcionado à consolidação e divulgação de iniciativas de cada instituição associada presente, o estímulo à formação de uma rede com trocas efetivas em projetos e conteúdos.

Foram apresentados os desafios financeiros e estratégicos da WUPJ e o planejamento para atender aos mesmos.

Tivemos o privilégio de ouvir o Professor Joshua Holo (Decano do Hebrew Union College) e o Rabino Joel Oseran (vice presidente WUPJ mundial), que vieram respectivamente de Los Angeles e Jerusalém especialmente para o encontro.

Os profissionais da ARI brilharam, como sempre. O grande respeito da equipe da SIBRA pelo nosso Rabino Sergio Margulies (ARI – RJ, que trabalhou na SIBRA por dois anos) ficou patente no fórum de encerramento, quando ao lado do Rabino Reuben Sternschein (CIP – SP), Rabino Sergio Bergman (Fundacion Judaica – Buenos Aires), Raul Gottlieb (presidente WUPJ america latina), Miriam Vasserman (vice presidente WUPJ america latina), e mediado pelo Rabino Guershon (SIBRA – Porto Alegre), teve oportunidade de expor sua visão para os próximos 5 anos da WUPJ-américa latina.

O forum foi de altíssimo nível, propiciando um debate enriquecedor e profícuo para todos os presentes.

Na já tradicional apresentação ao final do encontro de chazanim, Lashir Benefesh, nossos chazanim Oren Boljover e André Nudelman brilharam, compartilhando seu conhecimento e talento com os mais de 15 chazanim e cantores presentes.

3

A sinagoga lotada, emocionada e feliz aplaudiu longamente toda a apresentação.

Bia Frenkel, profissional da ARI no nosso depto de ensino, no evento do grupo jovem, foi muito elogiada por suas colocações e disposição para o trabalho, que também incluiu, por iniciativa da ARI, profissional do Hillel-RJ.

A experiência do convívio e intercâmbio intensos com líderes comunitários, que ali chegam com perfis distintos e de lugares com características tão diferentes, gera uma sensação de identidade e pertinência, que nos permite percebermo-nos como parte efetiva dos quase dois milhões de judeus vinculados às instituições associadas à World Union for Progressive Judaism – WUPJ.

4

Temos certeza que essa parceria nos fortalece como congregação, e nos propicia ainda mais reflexão, estudo, conhecimento e conteúdo na ação e manutenção do que é o judaísmo da ARI: moderno em nossas práticas, progressista em nossas crenças, forte como nossas raízes, e perene em nossa essência.

Na ARI, todo judeu encontra seu judaísmo.