Camila Dornellas e a Michelle Castro, secretárias do Rabinato

Camila Dornellas e a Michelle Castro
Esta semana, conversamos com a Camila Dornellas e a Michelle Castro, secretárias do Rabinato da ARI.
As duas secretárias do Rabinato se conheceram na faculdade, enquanto estudavam Letras (Português – Hebraico), na UFRJ. Michelle (dir.) tornou-se pesquisadora da Literatura Hebraica e Bíblica, enquanto Camila (esq.) hoje é especialista em literatura infanto-juvenil, e pesquisadora sobre o Holocausto.
Há quanto tempo vocês estão na ARI?
Michelle: Comecei estagiando na ARI entre 2006 e 2008. Assim que me formei, indiquei a Camila para entrar no meu lugar como estagiária. Voltei em 2011 e estou aqui desde então.
Camila: Estagiei aqui de 2009 até 2011 e continuei na ARI, como efetiva.
Quais são suas tarefas no Rabinato?
Camila: Além do trabalho normal de secretariado, auxiliamos os rabinos na confecção de material litúrgico para as rezas, recepcionamos as famílias que procuram a ARI para tratar de assuntos do Ciclo de Vida Judaico. Organizamos, também, a questão das aulas individuais dos Bnei Mitzvá.
Quais são os maiores desafios?
Camila: Acho que é conseguir fazer frente à grande demanda que recebemos de uma maneira satisfatória.
Michelle: E atender bem a todos dentro de uma comunidade que está em constante mudança.
Quais foram os momentos marcantes?
Michelle: O meu primeiro Pessach na ARI. Eu nunca tinha participado de uma festa judaica.
Camila: Quando ajudei Helena Mizrahi (Z”L) a ir até a Bimá fazer a brachá das velas em um Kabalat Shabat. Aliás, não conseguiríamos realizar nosso trabalho sem ter tido o auxílio e o treinamento da Helena. Ela foi muito importante para nós.